P

A

X

Em pleno século V, vendo a corrupção e de­sordem moral que imperavam em Roma, onde fazia os seus estudos, Bento, um jovem ro­mano de família nobre, num grande desejo de “agradar somente a Deus”, aban­dona tudo, retirando-se para a solidão de Subiaco, e aí, no silencio, dedica-se à oração e à meditação das Escrituras ...

...Atraídos pela santidade da sua vida, co­meçaram a chegar discípulos à sua gruta, com os quais fundará o mosteiro de Subiaco, e mais tarde o de Montecassino, onde, em co­munidade, viverá o resto dos seus dias, numa vida de total entrega a Deus.

Legou-nos uma Regra de vida, que, escrita com enorme equilíbrio e sobriedade, propõe um caminho para uma busca de Deus, vivida em comunidade.

Morreu no ano de 547, mas a sua semente frutificou durante estes 15 séculos que nos separam, pois Bento continua vivo, hoje, nos mais de 17.000 monges e monjas que por todo o mundo tentamos viver segundo a sua Regra...

PADROEIROS

SÃO BENTO

SANTA ESCOLÁSTICA

De Escolástica, irmã de Bento (segundo a tradição seria mesmo sua gémea) sabe-se muito pouco.

Somente dois pequenos episódios narrados por S Gregório Magno nos seus diálogos:

Segundo S Gregório, os dois irmãos costumavam encontrar-se uma vez por ano para falarem das coisas de Deus; Ora num desses encontros, Escolástica pediu ao irmão que ficasse pela noite fora em santos colóquios, mas Bento, mais rigoroso com a Regra negou-se a fazê-lo, algo escandalizado com o pedido.

Escolástica encostou a cabeça nas mãos, orando, e logo desabou uma desenfreada tempestade!

Bento espantado interroga: "irmã que fizeste?" ao que Escolástica responde: "pedi-te e não me atendeste, pedi ao meu Senhor e Ele atendeu-me". E com humor acrescenta "Vai agora se é que podes!" 

S. Gregorio termina dizendo "mais pode porque mais amou"... 

Poucos dias depois S Bento teve a visão da alma da sua irmã que subia ao céu em forma de pomba, e mandou buscar o corpo para sepultar a sua irmã no seu próprio túmulo.

Muito pouco é dito sobre Santa Escolástica, mas o essencial: Era uma mulher livre que amava, e como tal sabe que o amor se sobrepõe aos regulamentos... e também que na vida faz bem um pouco de humor!